AnimeAnimeAnimesOne PieceReviews

One Piece Episódio 954 – Enma a Espada de Oden: Resumo e Análise

Análise One Piece 954

Nossa Nota - 9

9

Nota

O anime de One Piece apresenta mais uma história comovente, deixe sua avaliação do episódio 954.

Assistir Episódio
User Rating: 5 ( 1 votes)

O mais novo episódio do popular anime de One Piece já foi ao ar e está disponível para ser assistido de forma oficial pela Crunchyroll. Você pode conferir o episódio neste link. Confira agora nosso resumo e análise do episódio 954 do anime.

One Piece Episódio 954 – Retrospectiva do Último Episódio

Antes de iniciarmos a análise vamos recapitular os acontecimentos mais importantes do episódio anterior.

  • Confronto de Kaido e Big Mom que ameaça destruir a ilha de Onigashima através do enorme impacto dos golpes desses dois monstros.
  • Novos aliados são recrutados em Udon (cerca de 3500), incluindo o chefe da prisão, Babanuki.
  • Ashura Doji revela que possui as plantas da mansão de Kaido, possibilitando a criação de um plano de invasão.
  • Reencontro emocionante de Kawamatsu e Hyori.

 

One Piece Episódio 954 – O Clã Shimotsuki

One Piece episódio 954
One Piece episódio 954

O episódio começa exatamente de onde o anterior parou, com Zoro perseguindo Gyukimaru pela sua espada Shusui. Gyukimaru corre para uma pequena cabana, abre uma passagem e desaparece na neve. Enquanto isso Kawamatsu se pergunta quem era aquele monge-guerreiro. Novas tropas dos piratas das feras de Kaido aparecem e atacam Kawamatsu e Hyori. Kawamatsu acaba com todos de uma vez utilizando sua técnica “Kapparyu Yorikiri!” (Cortador de Força Frontal). Em seguida Kawamtasu diz que precisam sair dali, pois mais tropas devem chegar logo e então diz a Hyori para ela subir nas costas dele. Ela recusa dizendo que não é mais criança (apesar de fazer uma careta como uma).

Hyori Pergunta ao Kappa o que ele estava fazendo naquele local (Ringo). Kawamatsu responde que veio resolver alguns assuntos e conta que aquela região antigamente era de responsabilidade do clã Shimotsuki, guerreiros infames por sua resistência. O nome do daymio (governador das terras) era Shimotsuki Ushimaru que possuía uma raposa de estimação. Contudo, assim como em outras regiões, Ringo também foi devastada por Kaido e seus piratas das feras. Vale ressaltar que o mestre de Zoro (na infância) também era do clã Shumotsuki, será que Zoro possui alguma relação com esse clã?

 

One Piece Episódio 954 – Os Túmulos Eternos

Kawamatsu fala sobre a tradição da região de Ringo, os túmulos eternos. Nesta tradição, os corpos eram deixados em caixões e nunca se decompõem por causa do frio (lá neva constantemente). Além disso, ao invés de cruzes, espadas eram colocadas nos túmulos. Os habitantes de Ringo recebiam espadas logo após nascerem, essas espadas os acompanhavam ao longo de toda a sua vida e quando morrem a espada se torna seu túmulo, ficando para sempre com o samurai. Por isso são chamados de túmulos eternos (me pergunto o que acontecia se a espada fosse quebrada, perdida ou roubada durante a vida dos samurais).

Existe um problema causado por essa tradição, muitos ladrões profanavam os túmulos para roubar as espadas. Principalmente quando tinham espadas de alta qualidade conhecidas como Meitous. Kawamatsu então conta sobre os acontecimentos de quando ele veio a Ringo treze anos atrás. Ele havia ido se suicidar por meio de sepukku, um ritual suicida japonês reservado para a guerreiros, que se apunhalam com sua própria lâmina. Kawamatsu provavelmente pretendia se suicidar por não ter encontrado Hyori.

[adinserter name=”Block 10″]

One Piece Episódio 954 – Kawamatsu e Onimaru

Ao tentar cometer sepukku, Kawamatsu é interrompido por ladões de tumbas tentando roubar espadas. Os ladões são afastados por uma raposa. Essa raposa era a mesma de estimação do Daymio Ushimaru, a raposa Onimaru. Ela estava ferida da luta com os ladrões e então desmaia. Onimaru estava protegendo sozinho não só o túmulo de seu companheiro, mas também o de todos naquela região por cinco anos (que raposa meus amigos).

Kawamatsu cuida dos ferimentos de Onimaru e lhe oferece comida. Entretanto, após descansar, a raposa percebe que Kawamatsu está pegando as espadas dos túmulos e então o ataca mordendo seu braço. Kawamatsu diz que precisa daquelas espadas para o confronto contra Kaido e Orochi. Um flashback é mostrado, onde lady Toki (mãe de Hyori e  Momonosuki) conta que não é possível voltar ao passado, mas é possível ir ao futuro. Ela diz que vai ficar e manda os bainhas vermelhas viajarem para o futuro, porém Kawamatsu resolve ficar para cuidar de Hyori.

O plano de Kawamatsu é coletar as espadas e esconde-las para não serem roubadas por ladões de túmulos. Ele se lamenta de não poder ter protegido Hyori, então ao menos isso ele precisa fazer. Então ele fala a Onimaru que se ele está com fome pode arrancar e comer seu braço, ele não irá parar de coletar as espadas. Onimaru ao ver Kawamatsu cair em prantos, para de morder seu braço e começa a lamber a ferida. Os dois juntos coletam todas as espadas e escondem em um abrigo subterrâneo.

[adinserter name=”Block 10″]

One Piece Episódio 954 – A Espada Enma

One Piece episódio 954
One Piece episódio 954 – Enma

Kawamatsu então se vê obrigado a roubar comida na capital, pois ele e Onimaru já estavam passando fome. Tanto Kawamatsu como Onimaru pasam a proteger a ponte que leva aos túmulos, e então aproveitam para roubar as espadas dos ladrões (como diria Lelocuh de Code Geass: “Só se pode apontar uma arma quem está preparado para levar um tiro”). Os ladões perguntam o nome de Kawamatsu, ele se apresenta como o guardião da ponte Oihagi, Gyukimaru (o mesmo nome do monge que protege a ponte atualmente).

Hyori acha estranho essa incrível coincidência de nomes. Kawamatsu conta que ao tentar roubar comida na capital foi pego em flagrante e preso. Foi dessa forma que ele foi mandado para  prisão de Udon, onde ficou preso por treze longos anos até ser libertado por Luffy e seus aliados. Kawamatsu não acha que Onimaru tenha esperado por ele por 13 anos. Após se encontrar com Zoro, o Kappa pergunta sobre o paradeiro do monge, Zoro diz que ele abriu a passagem e desapareceu. Kawamatsu percebe que aquela era a entrada para o armazém das espadas.

O armazém estava bem organizado e aquilo não poderia ter sido feito por uma raposa, mas sim por um humano. O Kappa liga para Kin’emon para avisar que encontrou milhares de espadas para os guerreiros usarem contra Kaido. Então é revelado (apenas aos espectadores) que o monge Ryukimaru era, na verdade, uma transformação da raposa Onimaru (será um poder de uma Akuma no Mi?). Onimaru então diz que cumpriu seu dever e vai embora.

Por fim, Zoro disse que vai pegar sua Shusui, porém Hyori diz para ele devolver a espada ao país de Wano por se tratar de um tesouro nacional. No entanto, ela diz que dará outra espada em troca, a lendária espada Enma que pertencia a seu pai Oden. Essa espada é tão poderosa que foi capaz de ferir e deixar uma cicatriz em Kaido. Zoro sorri e concorda com a troca, e então fim de episódio.

[adinserter name=”Block 10″]

One Piece Episódio 954 – Conclusão

O episódio foi praticamente inteiro para contar a história de Kawamatsu e Onimaru. Apesar de não ser muito movimentado foi um ótimo episódio, eu particularmente adorei a relação desses dois personagens. Uma coisa a se destacar dos túmulos eternos é que são perfeitos para a Kage Kage no Mi (fruta da sombra) de Gecko Moria, uma vez que os corpos estão bem conservados. Inclusive, isso explica como o corpo de Ryuma ainda estava inteiro e foi usado como fantoche por Moria no arco de Thriller Bark. Moria pegou tanto o corpo como a espada Shusui.

Outro ponto a se destacar é porque lady Toki não viajou para o futuro também? Por que ela preferiria morrer no incêndio? Acredito que ela não morreu, ela deve estar viva e talvez saiba mais do que pensamos. Ela veio do passado, mas não sabemos de quando exatamente, talvez ela saiba até mesmo do século perdido. Outra pergunta é como ela sabia que vinte anos no futuro era o tempo certo? Sua habilidade também lhe permite ter visões futuras? Essa personagem é um completo mistério.

O problema da falta de armas abordado no episódio anterior já foi solucionado, os bainhas vermelhas estão cada vez mais próximos de tentarem sua vingança. Por fim, o que Zoro será capaz de fazer com a espada Enma? Uma espada tão poderosa nas mãos dele só vai resultar em uma possibilidade: Zoro sola!

Brincadeiras a parte, deixem suas opiniões sobre o episódio nos comentários. Ansiosos para o próximo episódio? Fiquem ligados no site para acompanhar mais reviews de One Piece, lembrando que também analisamos o mangá por aqui, até a próxima.

[adinserter name=”Block 10″]

Noticações:

Assine nosso Push de notícias clicando no sino azul do lado esquerdo, assim você receberá nossas notícias o mais rápido possível! Deixe-nos saber seus pensamentos nos comentários ou compartilhe sua opinião conosco na seção de comentários, ou em nossas redes sociais logo a seguir 😎 😎 😎 FacebookInstagram e Twitter.

[penci_related_posts dis_pview=”no” dis_pdate=”no” title=”Inline Related Posts” background=”” border=”” thumbright=”no” number=”4″ style=”grid” align=”none” withids=”” displayby=”tag” orderby=”rand”]

Estamos no Google News:

[adinserter name=”Block 13″]

[adinserter name=”Block 16″]

Relacionados:

Mostrar mais

Gabriel

Pesquisador no PASID (Núcleo de Pesquisa Aplicada a Sistemas Distribuídos). Acadêmico do curso de Sistemas de Informação pela UFPI - CSHNB. Além disso, sou apaixonado por animes, mangás, games, rock e tecnologia em geral.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo