AnimeAnimesReviews

Episódio 01 de Takt Op. Destiny: Mundo apocalíptico, criaturas e música

Episódio 01 de Takt Op. Destiny: análise e primeiras impressões

Nota da Autora

Nota - 9

9

Nota da Autora

Episódio 1 de Takt op. Destiny

User Rating: Be the first one !

E já no primeiro episódio, o anime “Takt op. Destiny” nos trouxe uma história bastante interessante, envolvente e com uma boa dose de ação. Confira agora essa review sobre a estreia e saiba tudo que rolou no primeiro episódio desse novo anime que tem tudo para ser um sucesso!

Episódio 01 Takt op. Destiny: análise

A chegada de pedras misteriosas na Terra repletas de poderes inexplicáveis, precedeu a queda de um meteoro escuro repleto de criaturas desconhecidas em seu interior.

Esses monstros devastaram pessoas, animais e até mesmo as árvores, tudo por puro extinto maléfico, mas o que mais provoca a fúria desses monstros é a música. Curioso, não? Décadas após a chegada do meteoro, o mundo não é mais o mesmo. Os humanos foram submetidos a uma existência ausente de música, adaptando-se a uma vida sem encanto.

O momento atual

O ano é 2047. Um trio de jovens composto por um conductor (Takt), uma musicart (Destiny) e “irmã” mais velha dela, Anna, viajam através dos EUA com o objetivo de chegar a Nova Iorque. Durante essa eletrizante jornada, o grupo cruza com os monstros, chamados D2, que são derrotados apenas com o poder da música.

Em uma cidade pacata, Takt e suas amigas encontram um piano que, quando tocado, chama a atenção, não somete daqueles que nunca ouviram música, mas também dos D2 que os atacam quase que de imediato.

Takt e Destiny logo entram em um combate contra o monstro, derrotando-o com habilidades que une a melodia sinfônica e o poder de luta que foram dados pelas pedras misteriosas. Takt e Destiny demonstram uma certa incompatibilidade de sincronia durante a batalha mesmo vencendo com facilidade.

Imprevistos

Mas nem sempre tudo sai como planejado. Ainda durante a exploração das redondezas da cidade, o grupo identifica um núcleo de energia maligna ao qual decidem investigar e enfrentar, porém, o inimigo não era de se subestimar e, em uma batalha frustrada, Takt e Destiny são derrotados.

Mas não se dão por vencidos! Eles retornam e retomam a luta, agora com um elemento surpresa: um piano. O instrumento foi fundamental para que os dois garantissem a vitória, derrotando os inimigos de uma vez por todas.

O episódio é finalizado com o grupo seguindo viagem.

Impressões de Takt op. Destiny

Se tem algo em que Takt op. Destiny não deixa a desejar, é em seu traço e nos efeitos. Não poderíamos esperar menos de estúdios como a MAPPA e Madhouse, parceiras na produção do anime. As batalhas são excitantes, assim como enredo. Outro ponto positivo no primeiro episódio foram as lutas travadas entre os personagens, que rendeu uma boa dose de ação logo de cara.

Foi curioso o fato de tudo ocorrer — a princípio — nos Estados Unidos, não no japão (como de costume). Além disso, a relação entre os personagens é bem curiosa, afinal, Takt e Destiny demonstram uma certa implicância em momentos de batalha enquanto Anna apenas assume um papel de irmã superprotetora de Destiny, estando sempre acompanhando a dupla em suas aventuras.

Em segundo plano, ela busca encontrar a sua irmã mais velha em Nova Iorque para também ajudar o grupo.

A princípio Takt e Destiny não são lá muito carismáticos, uma impressão que pode mudar ao decorrer do anime. A relação dos dois também aguçou a minha curiosidade sobre a dinâmica entre outros musicarts e seus conductores.

As canções ouvidas durante as batalhas se resumem em sinfonias de música clássica e os efeitos visuais de batalha são ótimos.

A transformação do visual de Destiny e sua arma de combate é algo incrível de presenciar. Os D2 se mostraram irracionais, então, ainda não sabemos se existe um líder nem mesmo o que causou a vinda dessa raça alienígena para o planeta.

Nos resta agora acompanhar essa saga para descobrir isso e muito mais.

Veja aqui onde assistir o próximo.

Notificações

Assine nosso Push de notícias clicando no sino vermelho do lado esquerdo, assim você receberá nossas notícias o mais rápido possível deixe-nos saber seus pensamentos nos comentários ou compartilhe sua opinião conosco na seção de comentários, ou em nossas redes sociais logo a seguir FacebookInstagram e Twitter.

Estamos no Google News:

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo