Games

Jogos no metaverso estão conquistando gamers

Games que permitem a interação em universos virtuais ampliam a experiência dos jogadores, rendem dinheiro e oferecem diferentes atividades

Quando o assunto é jogos, a tecnologia sempre se manteve presente. Propostas inovadoras, enredos futurísticos e designs bem trabalhados fazem parte da estrutura de muitos games. Um dos temas que une essas características e contempla ideias tecnológicas é o metaverso.

O mundo virtual que permite interação entre diferentes pessoas passou a receber mais foco na mídia após o Mark Zuckerberg anunciar que o Facebook passaria a se chamar Meta, já que teria o foco no desenvolvimento de produtos e soluções para socialização digital. No entanto, nos jogos, a ideia de expandir as conexões sempre foi popular e já era utilizada em títulos como Tibia, Second Life e até mesmo o Habbo.

Atualmente, os jogos ganharam mais opções que possibilitam aventuras como estas e em alguns enredos é possível até ganhar criptomoedas. Para quem está iniciando nesse universo e ainda está montando um setup com headsets potentes, a melhor cadeira gamer e monitor com boa resolução, é essencial estar por dentro de tudo o que envolve o metaverso e principalmente os jogos que proporcionam esta experiência.

Jogos no metaverso atendem diferentes públicos

 

O termo metaverso surgiu ainda na década de 1990, mas que vem recebendo ideais e aplicações mais profundas apenas nos últimos anos. Em linhas gerais, o conceito nos jogos se baseia em um mundo virtual em que pessoas podem interagir em tempo real com avatares.

Essa interação em uma realidade paralela possibilita que os jogadores participem de diferentes atividades como assistir shows, construir negócios, comprar territórios, conversar e batalhar entre si. Dependendo da proposta do jogo, é possível também arrecadar dinheiro.

Games da categoria play-to-earn (jogue para receber) oferecem NFTs e criptomoedas para jogadores que cumprirem missões ou adquirirem objetos dentro do universo do jogo. No entanto, é preciso ter atenção para não cair em golpes. Na dúvida, o jogador deve fazer uma pesquisa para entender mais sobre a metodologia para obter dinheiro em cada jogo específico.

Entre os jogos que se destacam no metaverso estão o Axie Infinity, Decentraland, Mobox e Tiny Colony. Cada um dos games apresenta características próprias que podem atender diferentes perfis de jogadores.

Jogos para o metaverso

Axie Infinity

Jogos para o metaverso
Foto: Divulgação/Axie Infinity

O Axie Infinity é um jogo inspirado no universo de Pokémon, em que é possível cuidar, comprar e vender pequenos monstros virtuais chamados “axies”. Assim como acontece no jogo que inspirou o enredo, também é possível capturar as criaturas digitais nos mapas disponíveis e treiná-los para batalhar contra outros seres.

 

O jogo é considerado um dos principais do metaverso e pode oferecer lucros com criptomoedas aos jogadores, pois cada Axie é um NFT, um ativo digital que representa objetos no mundo real. Ao vencer uma batalha contra outros jogadores, os monstros se tornam mais fortes e, a longo prazo, mais valiosos para o jogo, garantindo rentabilidade para o gamer.

Decentraland

Foto: Divulgação/Decentraland

O jogo Decentraland funciona dentro da plataforma de criptomoedas Ethereum. Nesse enredo do metaverso, os jogadores podem comprar lotes de terrenos e utilizá-los para construir propriedades ou monetizar. Essas terras são chamadas de lands e divididas em setores denominados de parcelas.

Nos terrenos, os usuários podem vivenciar diferentes experiências, como jogos interativos e cenas de 3D bem elaboradas. Além disso, é possível comprar e vender objetos com moedas digitais, criar avatares exclusivos conforme a própria personalidade e conversar com outros jogadores.

A jogabilidade não ocorre por meio de um aplicativo ou download, os usuários podem iniciar suas aventuras ao acessar o site oficial em navegadores como Google Chrome.

Mobox

Foto: Divulgação/Mobox

Com uma jogabilidade similar ao Axie Infinity, o Mobox é um mundo virtual criado pela MoMoverse em conjunto com a Binance, uma corretora de criptomoedas. A experiência do jogador começa ao criar uma conta na plataforma. Após concluir o cadastro, ele recebe um avatar NFT conhecido como MoMos.

Essas criaturas ajudam os usuários a garantir uma rentabilidade com o jogo, pois dependendo da categoria dos seres obtidos e encontrados, maior ou menor pode ser sua raridade e valor.

Tiny Colony

Foto: Divulgação/Tiny Colony

No Tiny Colony são as formigas as protagonistas. Nesse jogo no metaverso, os usuários podem construir colônias, batalhar com outros jogadores, formar alianças e participar de eventos dentro da plataforma.

O game base permite que a participação no jogo seja feita sem a necessidade de uso de NFTs. Dessa forma, é possível aproveitar as experiências do enredo do Tiny Colony de forma básica, como interagir com personagens no chamado “Campo de Treinamento”.

Mas para quem quer expandir a participação na jogabilidade e em eventos no jogo, há diferentes NFTs disponíveis que podem ser comprados utilizando TinyBits.

Mostrar mais

Elievelton

Amante da tecnologia, especialista em SEO e Programador, atualmente tenho varias publicações totalizando mais de 15 milhões de views, todas Trabalhadas com SEO avançado, Curso Sistemas de Informações na UFPI e dedico todo meu tempo livre, que aliás é bem pouquinho, para projetos de SEO e desenvolvimento Web.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo