AnimeMangáNotícias

Banimentos da Shueisha e a Nova Lei de Pirataria. Entenda:

Banimentos da Sueisha e a Nova Lei de Pirataria. Entenda: O parlamento japonês aprovou uma proposta de revisão de lei de direitos autorais. Esta lei, foi revisada para expandir a lei e punir aqueles que de forma conscientemente baixam mangás, revistas e trabalhos acadêmicos ilegalmente carregados ou pirateados. Resumidamente, para punir aqueles que contribuem para o aumento da pirataria. A lei revisada entrou em vigor em 1º de janeiro. – Tudo que você precisa saber sobre a Shueisha banindo contas no twitter

Poderá ocorrer processo em casos de:

  • Download ilegal de mangá, revistas, trabalhos acadêmicos assim como animes, filmes, scripts, visual novels, etc.
  • Prover/copiar hyperlinks para mídias piratas.
  • Operar “sites e aplicativos” que carregam ou distribuem mídia ilegal/pirateada.

As penalidades para infratores reincidentes de downloads ilegais serão de até dois anos de prisão ou multa máxima de cerca de US $ 18.274, ou ambos. As penalidades para aqueles que operam sites incluem até cinco anos de prisão ou uma multa máxima de US $ 45.686), ou ambos.

Você NÃO Será Processado:

  • Fazer o download de alguns frames de um mangá ou postar fotos onde o mangá não é o foco.
  • Fazer download de trabalhos derivados (como doujin, fanarts ou fanfic) ou paródias.

Anteriormente, a lei de direitos autorais apenas formalizava a punição para downloads de músicas e vídeos enviados ilegalmente, bem como para uploads ilegais de todos os materiais.

Obras mais famosas incluem:

One Piece, Black Clover, Naruto/ Boruto, Dragon Ball, Kimetsu no Yaiba, Jujutsu Kaisen, Boku no Hero, The Promised Neverland, HunterXHunter, Bleach, Haikyuu, Dr Stone, Death Note, Food Wars, Jojo’s Bizarre Adventure, Phantom Seer, Assassination Classroom, Chainsaw Man, One Punch Man, etc.

LISTA COMPLETA AQUI

Projeto de Lei

O subcomitê da Agência de Assuntos Culturais do Japão concordou com um projeto em fevereiro de 2019, para criar leis abrangentes que proíbam a prática de baixar intencionalmente todas as mídias ilegais da Internet. Entretanto, esse plano gerou muitas dúvidas e preocupações. Os argumentos dos críticos é de que as regulamentações mais rígidas seriam muito amplas e prejudicariam a liberdade de expressão dos usuários da Internet.

A Agência Japonesa para Assuntos Culturais revelou o projeto de um plano que permitiria capturas de tela de obras protegidas por direitos autorais (incluindo mangás, videogames e obras literárias) sob uma revisão das leis de direitos autorais japonesas.

Revisão do Projeto de Lei

A agência convocou uma reunião de especialistas em 27 de novembro para discutir as revisões. Os especialistas presentes incluíram o criador de mangá Ken Akamatsu, estudiosos de direitos autorais e advogados, representantes de organizações sem fins lucrativos que trabalham para proteger a liberdade de expressão e gerentes de relações públicas de editoras. Os membros do comitê discutiram a permissão de screenshots dos trabalhos, bem como o download de um certo número de painéis do mangá.

Fonte: animenewsnetwork

Shueisha banindo contas no twitter - Resumo da Lei em Inglês
Shueisha banindo contas no twitter – Resumo da Lei em Inglês

Shueisha banindo contas no twitter

Fique atento, tem muita gente relatando que mesmo gifs e fanarts tão levando strike no twitter, um caso até de um funcionário da Bandai, que trabalha com Dragon Ball, e tomou um strike. Então se prevenam, tomem cuidado com o que postam. Tem perfis de fandom, recomendando que apague seu conteúdo e/ou coloque suas contas no privado. É um bot que está fazendo a “varredura”, então se ele identificar seu conteúdo, como pirataria, é strike.

Shueisha, tem que colocar o site em português para o Brasil, pois aqui não temos licenciamento de Mangás, só em produto físico, isto quando chega. Temos que lembrar que nem todos tem acesso a aprender inglês, espanhol e principalmente japonês, então o único acesso ao mundo otaku, acaba sendo o da pirataria.

Muita coisa acaba não chegando, ou chega com um tremendo atraso, como por exemplo a segunda temporada de The Promised Neverland que só estreou na Funimation BR em 08 de janeiro, 2 dias depois da estreia mundial.

O que nos resta é aguardar os caminhos que tudo isso vai tomar, e esperar por uma melhor atenção para o povo brasileiro, que consome muita, muita obra da Shueisha.

Compartilhe sua opinião conosco na seção de comentários ou em nossas redes sociais logo a seguir  😎 😎 😎 FacebookInstagram e Twitter.

Estamos no Google News:

Relacionados:

Mostrar mais

Mateus

Acadêmico de Medicina no Paraguai. Fotografo nas horas vagas. Estudo Japonês, Inglês e Coreano. Amante de animes, mangás e toda cultura Otaku ;)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, ajude nosso site que produz conteúdo relevante e gratuito, pedimos apenas que desative seu AdBlock. Assim você ajuda nosso site a pagar os redatores que trabalham sempre trazendo conteúdos atualizados. Não se preocupe todas as nossas publicidades têm o botão de fechar para caso não queira vê-las. Esse seu gesto além de não custar nada vai ajudar outras pessoas que trabalham conosco!