AnimeAnimeAnimesReviews

The Promised Neverland: Norman, o imperador

Episódio 6 de The Promised Neverland 2ª temporada: análise

Nota da Autora - 10

10

Nota

Deixe sua avaliação do episódio 6 de The Promised Neverland, só clicar nas estrelinhas abaixo.

User Rating: 5 ( 1 votes)

E nessa semana nós definitivamente tivemos uma das maiores tretas de The Promised Neverland, que não envolve demônios, mas sim, pontos de vista opostos entre irmãos. Sem mais delongas, vamos investigar o Episódio 6 de The Promised Neverland 2ª temporada!

Episódio especial de The Promised Neverland

Em primeiro lugar, o episódio anterior de The Promised Neverland, ou seja, o episódio especial 5.5, foi uma recapitulação de tudo o que aconteceu até agora no anime, consequentemente, a recapitulação dessa semana será sobre o quinto episódio da 2ª temporada

Recapitulação episódio 5 de Yakusoku no Neverland

Nós fizemos uma análise completa do episódio 5, portanto, acesse este post para conferi-la. Mas da mesma forma, vamos fazer um resumão dos principais fatos ocorrido neste episódio, para os apressados:

  • O episódio introduz a sociedade real dos demônios: com muita pobreza e desigualdade;
  • Nos é revelado que as 15 crianças, quase um ano após fugirem da Grace Field House, estão se abrigando em uma igreja abandonada de demônios; se vestindo, disfarçando o cheiro e escondendo os rostos com máscaras parecidas com faces de demoníacas eles se camuflam na cidade.
  • Emma está muito decepcionada com si própria, razão que se da por ter seus irmãos correndo perigo constante, com pouco alimento e sem muitas esperanças para salvar Phill e os outros;
  • Um demônio idoso que não nota os órfãos por ser cego, aparentemente, já havia ido no santuário várias vezes  para rezar pela sua família em necessidade. Além disso, notamos que os demônios sofrem com a falta de carne humana.
  • Depois disso, ao irem para a cidade disfarçados, a dupla de encrenqueiros, Lannion e Thoma, acaba esbarrando em demônios e, posteriormente, os seres começam a persegui-los por notar o cheiro de humanos. Emma e Ray despistam eles, mas ao entrarem em um beco sem saída, dão de cara com outro grupo de demônios.
  • No entantooooo, um dos integrantes abaixa o capuz e revela Norman!!

Episódio 6 de The Promised Neverland 2ª temporada: análise

E já na Opening vemos modificações com a volta de Norma, ao lado de seus dois irmãos. Porém, o trio não é mais o mesmo de antigamente: vemos no início o reencontro deles e certamente todos notaram que não foi tão emocionante quanto esperávamos. E aí que fica a questão, será que foi de propósito? Provavelmente sim, para que os telespectadores soubessem que o garoto gentil e amoroso de antes agora é um imperador frio.

Posteriormente, vemos o que aconteceu com Norman: foi mandado para Lambda, 7214, uma fazenda de experimentação cruel com os órfãos. Consequentemente, algumas dessas crianças viraram humanos mais fortes geneticamente, outros, por outro lado, morreram; ainda não sabemos se o órfão realmente não sofreu nenhuma reação colateral. Norman e outros experimentos fugiram com a ajuda de um colaborador do Minerva, o Smee, já morto também, e que deu a caneta para a Krone.

E enquanto isso na Lambda, o pequeno gênio foi capaz de elaborar uma droga para exterminar os demônios e viver em paz com seus irmãos ali mesmo. Ele e seu grupo também estão liberando crianças de outras fazendas e fazendo com que isso parece que foi realizado por próprios demônios, e que podemos relacionar com os roubos à que uns demônios da cidadezinha tinham comentado no episódio 5. Todo esse plano, além de um mistério ao seu redor e dos novos personagens veio para reforçar esse sentimento de medo em todos nós.

Nada pode ser feito

Depois disso, vemos que Emma não quer exterminar os demônios, já que eles também possuem nomes, famílias e tudo mais como os humanos e é uma necessidade se alimentarem de pessoas. E eu acredito que ela esta certa, mas como não eliminá-los e não ser comido? Agora e por um bom tempo está será a grande questão do anime, esse conflito de princípios evidencia toda a filosofia incrível envolvida no roteiro.

No entanto, vamos falar sobre uma coisa boa. A relação de Emma e Ray é muito linda, e não me refiro para o lado romântico, pois The Promised Neverland veio pra jogar na cara que nossa protagonista feminina não precisa estar envolvida com machos dessa forma. Os dois formam uma dupla incrível, um apoiando o outro independente a situação, ele conhece ela e então a ajuda para desabafar de vez; e a sinceridade envolvida é até cômica; principalmente naquela parte que ela pergunta se tem alguma solução e ele fala: nai. kkkkkkk

Degeneração

E voltando um pouco, na hora que Norman fala sobre a biologia dos demônios e como eles precisam de carne humana para sobreviver, nós vemos que é verdade pelo fato de já termos vistos que na periferia da sociedade demoníaca, eles “retornam” pro estado selvagem. Como resultado, vêm a nossa mente Mujika e Sonju, que apesar de ele querer se alimentar futuramente de pessoas, aparentemente, eles não estão ingerindo por conta da religião. E então?  Será que são uma exceção? A solução seria questionar ao Norman sobre isso, antes que seja tarde demais.

Chegando na parte final, os dois se encontram com os aliados do Norman, levando a questão: como que eles arranjaram aquelas roupas?  E como Barbara até tem mechas rosas no cabelo? Cislo, Barbara e Vincent recepcionam Emma e Ray até o Norman, que eles chamam de chefe, chegar; além disso, contam sobre a pessoa diferente que ele esta. Rola um treta ao perceberem que Emma não ta tãaaao confortável com essa aversão aos demônios que eles têm, e a Barbara, que está comendo uma carne demoníaca, fica pirada com essa falta de ódio.

No último momento, durante o questionamento acerca da ineficácia da droga em alguns demônios, Emma cita Mujika e Sonju, que não comem humanos e vivem de boas. Norman pira e faz comentários que nos deixam super ansiosos para saber mais: como ele conhece eles? Por que ele chamou Mujika de a Menina do Sangue amaldiçoado? E por que ele se assustou com o fato dela AINDA estar viva? E é aí que vemos aquela cena sinistra dele com a mão no rosto. Simplesmente sensacional.

Conclusão

Leitores do mangá comentaram que o anime está acelerado demais e talvez corte muitas partes e questões complexas, envolvendo política e tals, que, obviamente, não nos agradaria. Mas, por outro lado, a arte e a trilha sonora foram maravilhosas, certamente, o roteiro desse episódio acertou em cheio na hora de nos falar que as coisas NÃO ESTÃO CERTAS, Norman não é mais o mesmo e a treta está só começando.

E para resumir, Episódio 6 de The Promised Neverland 2ª temporada conseguiu mais uma vez nos deixar cheios de dúvidas, consequentemente, é a sua vez de nos dizer: como Mujika e Sonju são capazes de não comer seres humanos? O que você pensa: tem pena dos demônios ou não? De que lado você está: time Emma, Norman ou Isabelle? Adoramos ver suas opiniões na seção de comentários ou em nossas redes sociais logo a seguir   FacebookInstagram e Twitter. Até o episódio 7!

Estamos no Google News:

Mostrar mais

Milena

Hei! Sou uma jovem padawan, nerd, otaku e a espera para se tornar protagonista de um anime Isekai!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo